Inicial > Artigos, Liderança > Procura-se um pastor diferenciado

Procura-se um pastor diferenciado

Pastor diferenciado

É fundamental que um pastor de almas seja um servo vocacionado e chamado pelo Senhor para o ministério. Precisa ser um homem de Deus, que viva em estreita comunhão com o Senhor e alicerçado na sua Palavra, nela meditando dia e noite. Não basta conhece-la, precisa ser um fervoroso praticante. Precisa ser alguém íntegro em seu caráter e ter uma família bem estruturada. Precisa ter domínio próprio e equilíbrio em suas atitudes. Precisa ser amoroso e ter cheiro de ovelha. É desejável que também tenha uma boa cultura geral, mas, acima de tudo precisa atender às qualificações necessárias aos presbíteros encontradas em 1 Timóteo 3.1-7 e Tito 1.5-9.

Considerando que os aspectos basilares citados resumidamente acima são os minimamente necessários a um pastor, que outros aspectos contribuem para fazer a diferença entre os pastores proeminentes e os demais pastores? Na minha humilde opinião o perfil que caracteriza um grande pastor de almas e que estabelece um diferencial entre um “pastor de ponta ou um pastor proeminente” e os pastores comuns está diretamente relacionado ao seu desempenho, nas seguintes áreas e com os respectivos graus de importância citados. Considerando uma escala de zero a 10, temos:

1º) DESEMPENHO NO PÚLPITO (50% ou peso 5)

Entenda-se púlpito como sua habilidade de comunicação, conhecimento teórico e prático do assunto e unção espiritual na exposição da mensagem: no culto, nas reuniões das sociedades internas, nas aulas da EBD, nas reuniões de Estudos Bíblicos, nos eventos especiais da igreja, nas celebrações de casamentos etc.

2º) RELACIONAMENTO INTERPESSOAL (25% ou peso 2,5)

Entenda-se aqui sua habilidade em se relacionar com a igreja e visitantes: atendimento em gabinete, visitação, aconselhamento, acolhimento de visitantes, gestão de pessoas etc.

3º) GESTÃO ADMINISTRATIVA E OPERACIONAL (15% ou peso 1,5)

Entenda-se aqui sua habilidade de agregar e extrair o melhor das lideranças internas especializadas, estabelecendo estruturas organizacionais eficazes, definindo, implementando e mantendo as melhores práticas e procedimentos na igreja etc. Um bom gestor não é aquele que faz tudo, mas o que faz fazer. Jesus não se envolvia pessoalmente com certas questões administrativas e operacionais, por exemplo: “Jesus, pois, enviou Pedro e João, dizendo: Ide preparar-nos a Páscoa para que a comamos.” (Lc 22.8)

4º) OUTROS (10% ou peso 1)

Enquadra-se aqui sua habilidade para atender a todas as demais demandas do seu ofício.

Destaques:

Percebe-se, portanto, que as duas primeiras áreas são de fundamental relevância para o pastor e para a igreja: Desempenho no “Púlpito” e Relacionamento Interpessoal!

Um desempenho no púlpito acima da média, requer a presença dos seguintes pontos fortes: boa dicção; emoção, empolgação e alegria na exposição; equilíbrio; consistência bíblica com criatividade; pregar a Palavra e não teologia; tratar o auditório com proximidade e de forma amorosa (por exemplo, usar a expressão “amados” e “irmãos” o que inclusive é recorrente no NT); cativar a atenção; não ficar muito preso e dependente da leitura de suas anotações; usar boas ilustrações etc etc.

Um desempenho no Relacionamento Interpessoal acima da média requer que o pastor tenha vocação para lidar com pessoas. Na análise de perfis gerenciais no mundo corporativo, por exemplo, é de domínio público que há líderes mais voltados para a relação interpessoal (ex.: psicólogos) e outros mais voltados para a execução de tarefas (ex.: engenheiros). Uns têm mais habilidade para lidar com pessoas e outros com coisas. Os líderes top e não muito abundantes no mercado são aqueles que conseguem ser igualmente hábeis, tanto na execução de tarefas, como no relacionamento interpessoal. Os três tipos de pessoas são muito importantes para a sociedade, principalmente se estiverem atuando nas áreas certas. Os pastores cuidam de gente e, assim, precisam ter vocação e bom desenvolvimento na área do relacionamento interpessoal.

Finalmente, precisamos nos lembrar do seguinte:

Membros de igrejas que tem a forma de governo presbiteriano precisam:

a) Se dar conta da importância de sua escolha, expressa no seu voto, para o futuro da sua igreja.

b) Avaliar com atenção os aspectos acima mencionados, para votar com a consciência tranquila diante de Deus e dos homens.

c) Orar em todo o tempo, se possível, com jejuns, para que o Senhor ilumine sua mente e coração, bem como toda a igreja.

Na vida fazemos muitas escolhas. Escolhemos com quem namorar ou casar, onde morar, onde estudar, que profissão seguir, onde trabalhar, para onde viajar etc etc. Através do nosso voto escolhemos nossos representantes no legislativo municipal, estadual e federal; bem como nossos governantes no executivo municipal, estadual e federal. Na igreja presbiteriana escolhemos nossos diáconos, presbíteros e pastores. Para cada escolha dessas há determinados aspectos a considerar. Quando escolhemos o pastor de uma igreja temos que tomar muito cuidado com os aspectos que estamos levando em conta. Jamais podemos nos deixar levar por aspectos como: raça, cor, parentesco, amizade, a facilidade de obtenção de um cargo futuro etc etc. Portanto, é de extrema importância levar em conta apenas o que for melhor para o todo, para a igreja toda; para a expansão e solidez da igreja.

“Pois pareceu bem ao Espírito Santo e a nós…” (At 15.28). Que assim continue sendo, afinal, o Deus é o mesmo, o Espírito Santo nos foi concedido, a igreja é do Senhor Jesus e a sua voz se fará ouvir através das nossas próprias vozes e escolhas!

Que Deus tenha misericórdia de nós e nos ilumine em cada decisão que precisarmos tomar!

Anúncios
  1. Hugo L P Bastos
    04/01/2018 às 22:00

    Graça e Paz , Quero pastorear essa igreja para o reino de Deus nessa vida !

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: