Arquivo

Archive for 26/07/2021

Rumo à maturidade na Fé Cristã

“Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito.” (Pv 4.18)

Introdução

Um automóvel, com câmbio manual, se move e desenvolve velocidade quando, depois de ligado e engrenado, ocorre o sincronismo entre a redução da força aplicada ao pedal da embreagem e o acréscimo da força aplicada ao pedal do acelerador. A ideia aqui não é de comparar a mobilidade da vida cristã a um automóvel, porém o que o apóstolo Pedro expressa em 1Pedro 2.1-3 lembra esse mecanismo que o faz sair do lugar . Nestes três primeiros versículos há dois verbos que merecem nossa atenção: despojar-se e desejar.

a) Esvaziamento (1Pe 2.1)

“Redução da força aplicada ao pedal da embreagem”

1 Despojando-vos, portanto, de toda maldade e dolo, de hipocrisias e invejas e de toda sorte de maledicências,

i) “Despojando-vos…” 

É relevante observar que o verbo grego “apotemenoi”, traduzido aqui por “despojando-vos”, também foi usado no NT com este mesmo sentido e ênfase, conforme segue:

“Por isso, deixando (apotemenoi) a mentira, fale cada um a verdade com o seu próximo, porque somos membros uns dos outros.” (Ef 4.25)

“Portanto, também nós, visto que temos a rodear-nos tão grande nuvem de testemunhas, desembaraçando-nos (apotemenoi) de todo peso e do pecado que tenazmente nos assedia, corramos, com perseverança, a carreira que nos está proposta,” (Hb 12.1)

“Portanto, despojando-vos (apotemenoi) de toda impureza e acúmulo de maldade, acolhei, com mansidão, a palavra em vós implantada, a qual é poderosa para salvar a vossa alma.” (Tg 1.21)

Portanto, trata-se de uma ação pessoal e intencional do cristão de deixar ou abandonar ou livrar-se do peso morto do pecado que dificulta a caminhada ou a corrida da vida cristã. Também tem o sentido de despir-se de roupas sujas. Podemos até não saber como nos sujamos, mas não é difícil perceber que estamos sujos. Nem é preciso explicar que a sujeira incomoda a nós mesmos e aos outros.

ii) Tipos de peso morto ou sujeira:

– Toda maldade – prática má, atividade degradante, vício.

– Dolo – que esconde o motivo indigno que procura alcançar, engano, traição.

– Hipocrisia – que aparenta uma forma externa diferente da interna. É um ator que representa alguém que não é.

– Invejas – desgosto pelo progresso alheio.

– Maledicências – difamação, calúnia (pecados da língua que prejudicam os outros).

Podemos dizer que o Espírito Santo que habita nos salvos, aliado às Escrituras Sagradas internalizada, proporciona a estes uma espécie de sistema imunológico (ou imune ou imunitário) espiritual capaz de detectar e neutralizar esses corpos estranhos pecaminosos. Vale lembrar que o sistema imunológico humano, durante o processo de resposta a um antígeno[1], forma células de memória. São essas células que garantem uma resposta imune rápida caso o mesmo antígeno entre em contato com o organismo novamente. Da mesma forma nosso sistema imunológico espiritual há de atuar de modo a nos impedir de cair nas mesmas armadilhas pecaminosas que nos afastam de Deus e adoecem ou destroem nossa vida.

b) Enchimento (1Pe 2.2-3)

“Imprimir força ao pedal do acelerador”

2 desejai ardentemente, como crianças recém-nascidas, o genuíno leite espiritual, para que, por ele, vos seja dado crescimento para salvação,

3  se é que já tendes a experiência de que o Senhor é bondoso.

i) “Desejai ardentemente” – com muita intensidade, o que é difícil de mensurar.

ii) “Como crianças recém-nascidas” – mais fácil de mensurar. Aprendemos com os recém-nascidos:

•  Ele chora – manifesta externamente a “dor” pela falta do alimento.

•  Ele suga com força – tem vontade de ingerir o alimento.

•  Sua alimentação é periódica – regularidade que se impõe.

iii) Genuíno leite espiritual – a Palavra de Deus não adulterada. Este ensino não entra em choque com o de Paulo em 1Coríntios 3.1-2.

iv) Crescimento para a salvação – salvação como livramento final dos crentes.

c) Advertências

1ª) Só esvaziamento não produz desenvolvimento/amadurecimento espiritual!

2ª) Só enchimento é teorização das Escrituras. Só acelerar é apenas barulho, embora com aparência de mobilidade/desenvolvimento.

d) Imaturidade versus maturidade cristã

No quadro abaixo apresentamos uma comparação resumida entre os sinais da Imaturidade Cristã e da Maturidade Cristã, para sua reflexão.

SINAIS DE IMATURIDADE CRISTÃSINAIS DE MATURIDADE CRISTÃ
01. EGOÍSMO
Só pensam em si mesmos e querem tudo para si.
01. ALTRUÍSMO
Pensam nos outros e investem na obra do Senhor.
02. INSEGURANÇA
    Têm medo e se desesperam nos momentos e situações mais difíceis da vida.
02. CONFIANÇA
Entregam sua vida ao Senhor e confiam nele em toda e qualquer situação (Sl 37.5)
03. PRECIPITAÇÃO
Realizam ações sem pensar. Foco apenas no hoje e no aqui e agora.
03. PONDERAÇÃO
Analisam bem a situação antes de agirem e tomarem decisões. Foco no hoje e no amanhã, não desprezando as lições que podem ser apreendidas “do ontem”.
04. INSATISFAÇÃO
Nada lhes agrada. Reclamam muito. Não sabem bem o que desejam e querem.
04. CONTENTAMENTO
Alegram-se e são fortalecidos no Senhor e na força do seu poder (Ef 6.10).
05. INQUIETAÇÃO
São inconstantes. Não se fixam e sossegam numa igreja.
05. QUIETUDE
Aquietam-se no Senhor, na força do seu poder e em servi-lo com integridade de coração (Sl 46.10).
06. REBELDIA
Não gostam de cumprir ordens ou normas.
06. OBEDIÊNCIA
Obediência, juntamente com a disciplina, são suas marcas características.
07. SUPERFICIALIDADE
São rasos no conhecimento da palavra de Deus, negligentes na vida devocional e inconstantes na participação nos cultos. Seguem mais os homens e do que a Cristo.
07. PROFUNDIDADE
São ávidos pelo conhecimento da palavra de Deus, perseverantes na vida devocional e constantes na participação nos cultos.
08. ENVOLVIMENTO
Disposição apenas de participar da igreja, sem ter que pagar o preço do sofrimento por amor a Cristo e ao outro.
08. COMPROMETIMENTO
Têm determinação para assumir compromisso com Cristo e sua igreja, estando dispostos a pagar o preço do sofrimento por amor a Cristo e ao outro.
09. VIDA FÚTIL
Têm o foco nas coisas efêmeras desta vida e na prosperidade material.
09. VIDA FRUTÍFERA
Têm o foco nas coisas lá do alto, onde Cristo está, e no cumprimento de sua missão neste mundo.
10. CARNALIDADE
Nos seus atos prevalece a natureza humana caída (cristão carnal).
10. ESPIRITUALIDADE
Manifestam a natureza de Cristo nos seus atos e em sua vida. Busca da reprodução da imagem de Cristo. Manifestação do “Fruto do Espírito” (Gl 5.22-23)

[1] Antígeno é toda substância estranha ao organismo que desencadeia a produção de anticorpos.

%d blogueiros gostam disto: