Arquivo

Posts Tagged ‘Relacionamento humano’

Entendendo a cabeça de homem

Cabeça de homem

Será que toda a mulher sabe como um homem se sente ou reage às suas ações e atitudes? Veja, a seguir, apenas dez situações de reações dos homens às ações ou atitudes das mulheres dirigidas a eles! Será que é isso mesmo? Uma coisa é certa, cabeça de homem é diferente de cabeça de mulher. Então, ela precisa ter em mente como as coisas são processadas na cabeça dele quando fizer algo e vice-versa. É claro que estamos levando em conta mulheres e homens normais, minimamente educados e equilibrados.

[Mulher]: Joga charme, exibe sua sensualidade.
[Homem]: Sente-se seduzido, ou que ela está interessada nele, mesmo quando ela o faz apenas para testar sua sensualidade.

[Mulher]: Sorri para ele.
[Homem]: Percebe que ela é uma pessoa educada ou está interessada nele.

[Mulher]: Se ri dele.
[Homem]: Sente-se incomodado, desprezado, agredido.

[Mulher]: Chora numa discussão com ele.
[Homem]: Sente-se covarde ou sendo chantageado emocionalmente.

[Mulher]: Mostra-se muito amável, atenciosa e o elogia.
[Homem]: Sente-se valorizado, ou desconfiado, ou que ela vai lhe pedir algo, ou que ela fez algo errado e está tentando camuflar ou compensar.

[Mulher]: Fica quieta, emburrada.
[Homem]: Desconfia que fez algo errado.

[Mulher]: Questiona com calma, argumenta com sabedoria e bom senso.
[Homem]: Tende a ouvi-la, predispõe-se a refletir sobre o que ela falou.

[Mulher]: Reclama frequentemente, argumenta gritando com ele.
[Homem]: Sente-se irritado, agredido, fecha-se, não a ouve, revida. Ouvi um psicólogo dizer que nestas circunstâncias, quando o homem silencia-se, emburrado, por um tempo, é para aplacar seu imenso desejo de esmagá-la. Os covardes e desequilibrados partem mesmo para a agressão física, o que é lamentável e criminoso. Gritar é como partir para o litígio judicial, sem tentar antes a conciliação. A consequência pode ser semelhante, na “tramitação desse processo mental e emocional”: desgaste desnecessário e maior demora na retomada do relacionamento.

[Mulher]: Vive falando bem de outro homem, amigo da família ou com quem a família se relaciona.
[Homem]: Sente-se diminuído, desvalorizado ou que ela está interessada nesse outro homem, ainda que não tenha se dado conta disso.

[Mulher]: Nunca toma a iniciativa para o relacionamento sexual com o cônjuge.
[Homem]: Considera-a fria ou frígida, desinteressada, que não sente prazer nisso. (Será facilmente atraído por mulheres que se mostrem sensuais.)

Anúncios

RELACIONAR, em 10 dicas

1. Respeite a individualidade do outro. Não o pressione a ser do jeito que você acha que ele tem que ser. Incentve-o sempre que demonstrar esforço para aperfeiçoar-se.

2. Emita opiniões seguras, sensatas e convincentes, com fatos e dados, sem agressividade. Se não tiver bom conhecimento do assunto é melhor não opinar.

3. Lembre-se de não aparentar um “ar de superioridade ou de inferioridade” como resultado de uma doentia medição de forças com o outro a cada encontro.

4. Aproxime-se do outro buscando um clima de informalidade e amizade respeitosas. Não iniba as pessoas.

5. Cobre e exija menos do outro. Identifique nele qualidades e mencione-as a ele e a outros.

6. Interaja naturalmente, sem a preocupação de contar ao outro virtudes ou defeitos próprios. Deixe que ele perceba por si mesmo e tenha liberdade de contar a você.

7. Ouça mais o outro e reflita melhor sobre suas idéias e opiniões. Seja mais flexível e aberto a mudanças.

8. Notabilize-se pelo equilíbrio entre razão e emoção. Não seja exageradamente racional, nem  exageradamente sentimental.

9. Acredite mais no valor individual do outro e naquilo que tem a oferecer.

10. Realize mais e critique menos.

PRC/2002

%d blogueiros gostam disto: